Produza conteúdo de qualidade e aumente a taxa de conversão de seu website

Como produzir conteúdo para atrair público e convence-lo a comprar de sua empresa

Primeiro vamos entender que conteúdo é texto. E conteúdo na sua estratégia digital pode ser in site e off site.

Conteúdo in site é necessário para boa colocação no Google e para persuadir o consumidor a de que sua empresa é a melhor solução para o seu problema ou necesseidade.

Conteúdo Off site é conteúdo colaborativo, nos quais sua marca está presente, conteúdo que sua empresa produz em outras plataformas, blogs, redes e mídias sociais para ser embedado em seu website oficial.
Conteúdo de qualidade cria valor para seu site.

Conteúdo é tudo aquilo que pode ser consumido como informação e que acrescenta valor para alguém. Conteúdo relevante dá segurança e prende a atenção das pessoas. Conteúdo de valor gera seguidores, seja onde for. Desde um livro a um breve tweet.

O meio influencia a mensagem mas o conteúdo é aqui o personagem principal. Conteúdo de marca é o que faz o consumidor se interessar, se satisfazer e se fidelizar (ou não).

Como transformar conteúdo em tática de boa classificação no Google

A encontrabilidade de um site depende diretamente das palavras usadas nele, já que o sistema de critérios do Google é baseado em texto. Sabia que são as palavras-chave que garantem uma boa pontuação de seu site no Google? Pois cuide bem de sua pesquisa no AdWords e apodere-se de sua palavra-chave mestra.

A análise de palavras-chave de um negócio pode ser a pesquisa de mercado mais barata e certeira. Ter market share hoje é resultado de search share.

Publicação de conteúdo relevante na web é a melhor ferramenta para otimização de sites.E para se ter um site otimizado para o Google dependemos de 2 coisas: que sua programação seja preparada para tal e que ele tenha conteúdo em abundância com as palavras-chave relacionadas ao negócio da empresa.

3 dicas de estratégia de conteúdo in site

1) Além de usar palavras-chaves relevantes, acrescente termos vendedores como “grátis”, “fácil”, “completo”, “como fazer”, “como criar”, “como ganhar” etc (palavras que demonstrem benefício e vantagem para o consumidor atento.

2) Crie uma lista de benefícios que sua marca pode proporcionar ao consumidor e gere conteúdo com eles. Use sempre frases curtas.

3) Faça testes A/B com 2 exemplo de chamadas de call to action para o mesmo post ou publicação e verifique qual dos dois teve o maior número de acessos. Elimine o inferior.

Como ganhar relevância no Google em 4 passos e ter um site com conteúdo bom e relevante:

1) Gere quantidade maior de palavras-chave, tornando-se mais visível para os buscadores e melhorando sua classificação
2) Transmita uma imagem positiva e de valor pelo conteúdo gerado para sua marca
3) Gere mais links de entrada, vindos de outros site, por se tornar referência em determinado assunto
4) Possibilite e facilite que o usuário inclua seu site nos seus “favoritos”, por se tratar de uma fonte útil

Busca natural (orgânica) e links patrocinados – dois caminhos para otimização.

Um site bem otimizado tem muito mais chances de ficar no topo por mais tempo enquanto que um site bem rankeado por links patrociados é como a palavra mesmo diz, depende do patrocínio.

Regras para fazer a otimização do seu site por meio de conteúdo

A primeira é entender como o Google enxerga você.

A segunda é a criação de links (link building), sem excessos para seu page rank não despencar, O Google sabe quando o link building é relevante.

Critérios de otimização internos e externos

Critérios Internos (controláveis): títulos de páginas, as meta tags, as palavras-chave no conteúdo do site, os links internos, as palavras em negrito, a amigabilidade da URL e vários outros que podem não estar visíveis para o consumidor mas sim para o Google

Critérios Externos (incontroláveis): é resultado de sua relevância e interesse por seu site a ponto de consumidores, empresas e plataformas criarem links para seu site. (cuidados com os splogs ou spam de links)
Segundo o livro A Arte do SEO, da Editora Novatec, os principais critérios que o Google considera na análise de um site são:

Conheça os principais critérios do Google para rankear seu site

– uso de palavras-chave no título (que não deve ultrapassar 65 caracteres)
– texto-âncora nos links de entrada (chamamos de “texto-âncora” os links que contém palavras-chave e “links de entrada”, os links externos que vem de outros sites)
– autoridade global dos links externos do site
– idade do domínio
– popularidade dos links da estrutura interna de links do site e minimização de cliques para o usuário
– relevância do tópico dos links de entrada (checar se o Google acha relevante a autoridade do site)
– popularidade dos links do site na comunidade de tópicos
– uso de palavras-chave (sem excesso) no conteúdo do texto
Saiba a fundo quais os critérios que o Google usa para rankear seu conteúdo

O título da página (diz sobre o que a página fala – use a palavra-chave mestra e não ultrapasse 60 ou 70 caracteres)
As tags <h1>, <h2> etc. (h1 – nomeia o título do texto que está dentro da página; h2, o subtítulo)
Meta Tags – (é a descrição do seu site mas não tem tanta relevância. Não ultrapasse 160 caracteres no meta tag description e não use mais que 5 palavras para o meta tag keywords)
Conteúdo – deve conter a palavra-chave no titulo, tag h1>, <h2>, nas primeiras linhas do texto e nos links de entrada
Palavras-chave na URL – (use URL amigáveis, prefira as dinâmicas às estáticas)
Imagens – não esqueça de nomea-las porque é o texto que será lido e não o jpeg
Links internos – ligue seus artigos com links para promover a leitura hipertextual
Idade do domínio – preserve sua longevidade. O Google dá valor à idade.
Velocidade de Carregamento da página – não dê trabalho aos crawlers. Use tecnologia leve
Links de entrada – cultive os links de entrada

Táticas de link building – Como construir conteúdo Off Site que gere mais links de entrada para seu site

1) Construa um blog e fale de assuntos que interessam somente ao seu consumidor. Evite falar de sua empresa. Dê espaço para que os consumidores possam opinar. Gere polêmica sobre o assunto e vire referência ou favorito

2) se você é uma loja de musica, crie vídeos e poste no youtube sobre maneiras de tocar com seus instrumentos musicais. Os amantes da música vão adorar

3) Ou crie apresentações interessantes no slideshare.

4) crie um e-book com conteúdo de qualidade

5) faça um podcast com as musicas tema de sua marca

6) tenha um álbum de novidades no flickr

7) crie badges para seu consumidor expor em seus blogs.

8) estimule a criação de stories e trabalhe o lovemark.

Como gerar conteúdo colaborativo para seu site

Os jornais já perceberam a importância de gerar conteúdo colaborativo estimulando os repórteres anônimos com os quadros “você repórter”. Consumidor gosta e quer participar de produções de conteúdo relevante para sua vida.

Estimule comentários em seu blog. Se não tiver, aproveite para criar o seu. Dica: faça-o em wordpress. Sua tecnologia é ideal para SEO.

Como escrever conteúdo visando aumentar a taxa de conversão do site

Apesar de muitas FanPages aparecerem com um sem-número de likes, nem sempre isso corresponde a uma real taxa de conversão. É necessário ter tráfego qualificado, que interaja, que engaje e que faça o público consumir. Muitas empresas acabam dando muito valor ao tráfego e pouco pensam em como transformar tráfego em negócios efetivos. Lembre-se de que é a venda que gera retorno sobre o investimento, não o tráfego pura e simplesmente.

8 dicas de conteúdo infalíveis para potencializar a taxa de conversão de seu site

* Números. Números não mentem e os consumidores são facilmente impressionados por estatísticas. Ex: A taxa de satisfação com a Sorveteria da Ribeira é tanta que em 3 dias um simples post de dia das mães alcançou a marca de 4.000 acessos.
* Escassez: considero um dos mais importantes argumentos de persuasão. Frases como “Somente 5 unidades”, “Últimas vagas”, “Só hoje”, “Promoção por tempo limitado” e outras representam bem esse argumento de persuasão.
* Reciprocidade: ofereça algo sem pedir nada em troca. Um e-book gratuito, um desconto, um brinde. Isso fará com que o consumidor lhe veja de uma maneira mais simpática e isso aumenta a chance dele comprar de sua empresa.
* Prova Social: tenha depoimentos no seu site. Cada depoimento é uma história diferente a respeito da sua marca. Veja os exemplos do www.facebook.com/eucurtosorveteriadaribeira
* Afinidade: se você fala a linguagem do seu consumidor, é mais fácil convencê-lo de algo porque ele gosta daquilo que se parece com ele ou com o que ele deseja alcançar.
* Autoridade: uma certificação Microsoft ou Google, um selo e-bit, uma reportagem em um jornal de grande circulação e outros elementos visíveis que mostram que grandes marcas validaram sua empresa. Um bom exemplo é o seu portfólio de negócios, que pode lhe dar autoridade em determinado assunto.
* Consistência: as pessoas tendem a ser consistentes com suas próprias ações. Uma vez que a pessoa mostra uma “intenção de compra”, é mais fácil dela acabar comprando. Estimule seus consumidores potenciais e invista no mix de maior saída.
* Call to Action. Fazer com que o cliente tenha motivos para comprar de fato, gerar o clique e a taxa de conversão. “compre em 5 segundos”

Outros posts de seu interesse:

Socialnomics: a força das redes sociais em um mundo cyberconectado

Artigo: Googlenomics – ou o novo comportamendo do consumidor diante do gigante das buscas

Otimização, SEO ou Link Patrocinado. Saiba escolher qual a ferramenta mais poderosa para sua marca.

 

SE você quer conhecer mais sobre as campanhas de design ou de publicidade e estratégias da VOZ Comunica, vai gostar de conhecer também o post http://www.vozcomunica.com.br/acao-da-voz-comunica-e-um-brinde-de-dia-dos-namorados-para-os-apaixonados-por-pizza/

Conheça as vantagens de dar VOZ à sua marca sendo cliente da VOZ Comunica. Envie e-mail para voz@vozcomunica.com.br ou acesse o www.vozcomunica.com.br e entre em contato pelo formulário de contato. Seja sempre bem-vindo a usar sua VOZ para alcançar mais resultados para sua marca.

 

Quem tem VOZ Comunica

 

 

Dicas de livros relevantes sobre o assunto